ANO XVII FONE: (16) 3262-7700


A pergunta continua: Cadê os motores?

As várias máquinas que jazem no almoxarifado sem seus motores, assim como a população, clamam por resposta à pergunta que não se cala: Onde estão os motores?

Na edição nº 784, de 4 de abril, a Folha de Itápolis inseriu uma reportagem sobre parte da frota pública com a falta de seus respectivos motores e outros itens. A matéria informava que Odair José Tronquini, que assumiu a Secretaria Municipal de Serviços Públicos em 18 de novembro passado, passou a levantar desde então, o inventário de itens no setor e, entre outras irregularidades, observou um número notório de máquinas e demais veículos estacionados por todos os cantos do pátio do almoxarifado no aguardo de reparos. Notou que a maioria está sem seus motores, inclusive, das 8 (oito) Motoniveladoras Patrol que o município possui hoje, 7 (sete) delas estão a tempos fora de operação, sem os respectivos motores e demais peças.

O então secretário Odair Tronquini, que deixou o cargo após a posse do prefeito Zequinha, reclamou por ocasião da matéria, da dificuldade em constituir um inventariado correto sobre o patrimônio do setor; “Infelizmente, está muito difícil formular um inventário ante a falta de registros quanto o destino de diversos itens, principalmente relativos a veículos e peças”, argumentou Tronquini.

Comissão Parlamentar de Inquérito – CPI
A reportagem chamou a atenção do Legislativo e, desde então, um grupo de vereadores, na busca de respostas, está postulando a instauração de uma Comissão Parlamentar de Inquérito - CPI para levantar o paradeiro desses motores e outros itens constantes no patrimônio da Prefeitura Municipal de Itápolis.

“A administração pública, através dos responsáveis pelo setor, tem a obrigação de informar o paradeiro de cada um desses itens. Se os motores, por exemplo, estiverem em oficinas da região, queremos saber quais as justificativas, empenho, valores e datas”, disse o vereador Avelino Cunha.

O vereador Mauro Guerra acrescenta; “Faz-se necessário que a administração pública apresente um inventário atualizado sobre os itens dispostos no almoxarifado municipal, afinal, é importante clarear todas as dúvidas sobre responsabilidades de quem passou pela chefia daquele setor”.

O vereador e ex-prefeito Guto Biela complementa informando que em sua curta gestão; “Detectamos o problema e procuramos levantar o destino desses itens através de diligências. Infelizmente, devido ao pouco tempo, não obtivemos êxito. Agora, com o necessário tempo, certamente, a situação deverá ser esclarecida”.

Já em 2012
Na edição de 04 de fevereiro de 2012, a Folha de Itápolis publicou matéria expondo um notório número de máquinas diversas e demais itens do almoxarifado sem seus motores e outras peças. Pois é, parece que a situação se mantém.

Cabe agora, com a instalação da CPI, perscrutar os itens desse patrimônio, comparando com inventários de anos anteriores, levantando assim, a verdadeira situação de nosso almoxarifado. Afinal, o povo quer e tem o direito de saber!

Marcadores: , ,

ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Carregando...
VER MAIS
EMPREENDEDORISMO
Carregando...
VER MAIS
EVENTOS
Carregando...
VER MAIS
HOMENAGENS
Carregando...
VER MAIS