ANO XVII FONE: (16) 3262-7700


Walter Campos: Internet. Mau para uns, muito boa para outros

Passa-se a ter acesso a um mundo até então desconhecido e muita coisa poderá chocar ou comprometer o discernimento do internauta

Vista como um mal para a humanidade pelos conservadores mais excêntricos, a Internet, através de seus diversos meios, desde sites, blogs, principalmente as redes sociais como; Facebook, WhasApp, Instagram, MG, Messenger e APP (aplicativos) de serviços e entretenimentos diversos, tem prestado um incomensurável cabedal de serviços à sociedade atual. Entre os sites, um dos mais importantes é o Google que hospeda e desenvolve uma série de serviços e produtos, cujo objetivo principal é organizar a informação mundial e torná-la universalmente acessível e útil.

Conhecer os dois lados dessa rede global é difícil ante sua dimensão. Navegando por ela certamente passa-se a ter acesso a um mundo até então desconhecido e muita coisa poderá chocar ou comprometer o discernimento do internauta.

Os defensores, a maioria usuários, afirmam que a Internet veio para democratizar o conhecimento, o que favorece a Educação e a Cultura. Traz em seu bojo a abertura de um hemisfério novo, facilita o trabalho e relação entre pessoas num mundo cada vez mais avançado tecnologicamente, inclusive, inter-governos, tornando-se principal ferramenta da Globalização.

Pela natureza gratuita da maioria dos conteúdos, a Internet proporciona uma inclusão social e digital sem precedentes. À frente de um computador, o indivíduo viaja em segundos para qualquer parte do planeta, poderá andar nas ruas de Londres, Tóquio, Nova York, etc. Em poucos cliques, ele paga uma conta no banco; faz compra; emite documentos; pesquisa sobre tudo; compartilha nas redes sociais sobre o que gosta;conversa e interage com outras pessoas criando um ambiente (grupo), ainda que virtual, de convivência saudável; entre centenas de outras coisas.

Outro aspecto interessante a citar é a abertura de oportunidades. Hoje, com uma conta em uma rede social, num blog ou no Youtube, muitos têm feito valer suas ideias, realizando negócios, promovendo cultura e conhecimento, o que vem gerando renda para muitas pessoas.

O lado negativo

Já os contrários alegam que a Internet esconde uma face destruidora de costumes e que o “excesso de informações” expõe as pessoas e suas intimidades, assim como levam, sobretudo as crianças, ao vício da conexão – estar on-line tempo integral. Alegam também que,ao navegar pela Rede, o internauta desvia-se do foco sobre em que realmente deva se concentrar.

Há sim o lado ruim que deve se considerar, existe realmente o risco quanto às alegações acima, tanto que, a eventual quebra de privacidade é um dos grandes problemas apontados pelos contrários. Ante a exposição, as pessoas ficam sujeitas a golpes e chantagens. Porém, cabe a cada internauta os cuidados em expor fotos, vídeos e principalmente informações pessoais. Que fique atento, pois, hackers estão à espreita. São indivíduos que conseguem driblar barreiras de segurança e adentrar em sistemas incautos e até de grandes corporações. Esses indivíduos se escondem no anonimato para cometer crimes e fraudes dos mais diversos tipos.

Mau para uns, muito boa para outros. A grande verdade é que as vantagens da Internet superam suas desvantagens, pois, com a devida cautela, com orientação às nossas crianças e jovens, certamente vamos usufruir dela muito em desenvolvimento nas diversas áreas.

É importante procurar na Rede aquilo que realmente for interessante e que não se atenha a dados que comprometam seu foco. Também, o constante cuidado ao publicar informações pessoais.

Walter Campos, diretor geral e editor chefe do jornal Folha de Itápolis

Artigos assinados são de inteira responsabilidade de seus autores, não refletindo necessariamente a opinião do jornal.

Marcadores: , , , ,

ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Carregando...
VER MAIS
EMPREENDEDORISMO
Carregando...
VER MAIS
EVENTOS
Carregando...
VER MAIS
HOMENAGENS
Carregando...
VER MAIS